CONSEJOS PARA LA MUJER FUERTE

Escribo para curarme Soy mujer Bufalo Blanco

Anúncios

El genuino regalo de Navidad – Bendición Náhuatl

A mis padres los libero de sentir que conmigo no pudieron dármelo todo lo que crean que han fallado. Los amo y les agradezco que hayan sido instrumento de Dios para que hoy este aquí. Libero a mis hijos de la necesidad de engrandecer mi ego, de querer satisfacer los deseos o metas que yo no cumplí … Continue lendo El genuino regalo de Navidad – Bendición Náhuatl

Tenho que deixar a coisa nova sozinha

https://www.youtube.com/watch?v=tIdIqbv7SPo   o eterno ir é um devenir de sensações mescladas a memórias em igual e permanente movimento... transformação luzes confundem-se matéria ganha forma imagens desfocadas percorrem séculos de memórias inconscientes que vêm à tona em plena quarta feira tempos distantes tornam-se próximos em instantes ofegantes respiração controlada ambientes seguros que convertem-se em espaços imensos … Continue lendo Tenho que deixar a coisa nova sozinha

O Encontro com a Jiboia Branca – Relato de uma Jornada Psicodélica

Tudo o que desejamos intensamente, por curtos ou longos períodos de tempo, chega sempre, em um momento indeterminado. Tenho fascinação por relatos de experiências psicodélicas... Relatos, deste tipo, geralmente não são fechados e únicos, eles são processuais, começam com uma forma determinada por experiência marcante, que geralmente "Starta" o processo e, consequentemente, esta compreensão vai … Continue lendo O Encontro com a Jiboia Branca – Relato de uma Jornada Psicodélica

Guardiãs das Boas Rezas – Ritualística e Psicodelia

Este post é uma sequência da série que pretende abordar os espaços de fala sobre Ciência, Medicina e Cultura Psicodélica. Recomendo a leitura! Conselhos de um Vovô Psiconauta e os Espaços de Fala sobre Ciência e Cultura Psicodélica Oração à Mãe Terra  Mãe nossa, cujo corpo é a Terra, santificado seja o teu ser. Floresçam os … Continue lendo Guardiãs das Boas Rezas – Ritualística e Psicodelia

Estraçalhar-me Palavras

Sinto dificuldade em recordar uma frase que tenha tido efeito mais profundo sobre mim...   ESTRAÇALHAR-ME PALAVRAS...   Não lembro quando a ouvi/li pela primeira vez só sei, que desde então, nunca deixou de fazer parte de mim... Mas não, espere... lembro-me de uma nota, uma nota poética... busco, encontro, 06 de novembro de 2011 … Continue lendo Estraçalhar-me Palavras

“É sempre pela primeira vez que se comete o mesmo erro”

À Leila Guenther que me resgatou de uma Lua Cheia em Peixes - Escamandro - Leila Guenther ILHA DO TESOURO "As lâminas se espalham pelo chão Em que pulamos amarelinha E ninguém nos advertiu do risco De se dormir próximo da fogueira Náufragos de uma vida inteira Nem percebemos quão perto estamos dos brinquedos que perdemos Tudo … Continue lendo “É sempre pela primeira vez que se comete o mesmo erro”

“As pessoas são como vitrais coloridos, cintilam e brilham quando o sol está do lado de fora… mas quando a escuridão chega, sua verdadeira beleza é revelada apenas se houver luz interior”

Conheci Elisabeth Kübler-Ross em 2012 através de seu livro A morte, um amanhecer. Depois disso li A Morte e o Morrer, La Rueda de la Vida e o Túnel e a Luz. Sim, confesso, a morte me fascina... acredito tanto no poder dos finais, dos términos, dos morreres tanto quanto acredito no poder do renascimento, … Continue lendo “As pessoas são como vitrais coloridos, cintilam e brilham quando o sol está do lado de fora… mas quando a escuridão chega, sua verdadeira beleza é revelada apenas se houver luz interior”

Reflexos Fragmentados – Parte 1

A todas as pessoas que já confiaram suas histórias a mim...   Tenho revisitado meus últimos dois anos como terapeuta, repassado histórias, pessoas e transformações que presenciei no outro e vivenciei em mim. Todo paciente que se dispõem a caminhar (as vezes correr, nadar, mergulhar, escalar...) dentro de um processo terapêutico,  é muito valente, mesmo … Continue lendo Reflexos Fragmentados – Parte 1

São demais os perigos desta vida para quem não tem ouvidos de ouvir Vinícius de Moraes

*A meu pai, que treinou meus ouvidos e alma para identificar e me emocionar com boas músicas "São demais os perigos desta vida Pra quem tem paixão principalmente Quando uma lua chega de repente E se deixa no céu, como esquecida E se ao luar que atua desvairado Vem se unir uma música qualquer Aí … Continue lendo São demais os perigos desta vida para quem não tem ouvidos de ouvir Vinícius de Moraes

Breve história dos Peitos

"A dança de Elsa, nua, na praia, é uma expressão de liberdade ao mesmo tempo revestida de paganismo e de erotismo. Elsa erotiza a sua dança, despindo-se e oferecendo os seios à lua, inclinando 'a cabeça para trás como uma bacante'. Erotiza o corpo em uma dança iniciática a que se segue o banho, igualmente … Continue lendo Breve história dos Peitos

Noites escuras de minha existência

"A hora mais escura do dia é a que vem antes do sol nascer." Provérbio árabe Noite Escura da Alma é um poema escrito pelo místico poeta São João da Cruz no século XVI. Toledo 1.577, em forçado isolamento no convento Carmelita Mitigados, com o intento de convence-lo a abandonar a Reforma Teresiana, João da Cruz entra em … Continue lendo Noites escuras de minha existência

Afogar-se e Afagar-se

de todos os largos fossos da vida os canyons desprotegidos permitem ao vento passar por eles dilacera-los esculpi-los em formas e cores impossíveis de serem reproduzidos a partir de algo que não venha e seja a própria força da natureza incontrolável inalcançável inabalável diante de nosso fugaz poderio e limitante compreensão previsibilidade às cegas através … Continue lendo Afogar-se e Afagar-se

Conselhos de um Vovô Psiconauta e os Espaços de Fala sobre Ciência e Cultura Psicodélica

O que me inspirou a escrever este breve post para o blog hoje foi um artigo de Escohotado CONSEJOS DE ABUELO PSICODÉLICO Escohotado nasceu em 1941 em Madrid, é ensaísta, filósofo, escritor, Psiconauta há décadas, e tem entre suas obras mais conhecidas a Historia General de las Drogas. O mais bonito neste texto é que ele … Continue lendo Conselhos de um Vovô Psiconauta e os Espaços de Fala sobre Ciência e Cultura Psicodélica

SOMOS

Somos parte quando nem sabemos Somos todo mesmo quando em partes Somos essência sempre em unidade Somos luz, essencialmente luz... (daniela monteiro) duas frases sempre me intrigaram... Todos somos Luz Todos somos Um crenças a parte, antes de passar pela cosmologia, astronomia, filosofia e física quântica, Eu, como bióloga e escorpiana, resolvi ir direto ao … Continue lendo SOMOS

Uruguay que te queremos sempre mais!

Porque a regulamentação da Cannabis remonta à colonização do Uruguay e não é apenas um tema da atualidade, mas um processo construído a mais de um século   quando li a matéria (link no final do artigo) ¿Por qué fue posible legalizar la marihuana en Uruguay? tive muita vontade de escrever sobre ele, aprofundando os … Continue lendo Uruguay que te queremos sempre mais!

Obàtálá, Vishnu e Espírito Santo

TRISKELION é uma palavra de origem grega que significa três pernas e, desde suas primeiras escritas, está associada aos ciclos do universo, assim como, na cosmovisão celta, aos ciclos da vida, à evolução das espécies, ao progresso das fases do desenvolvimento humano...   criar, manter e destruir foi a primeira explicação que recebi de uma … Continue lendo Obàtálá, Vishnu e Espírito Santo

Mulher Luar… Lunar… Nua

Mulher lua Mulher luz Seduz e traduz Todo cosmos dentro de si   Suporta Em seu íntimo Águas calmas e revoltas Que se alternam Se alteram Acalantam desejos Afagam anseios Doces despertares ​   Mulher lua Mulher luz Seduz e traduz Todo cosmos a partir de si   Sustenta Em sua alma Certezas contextualizadas em … Continue lendo Mulher Luar… Lunar… Nua

dance… o cosmos te celebra!

véspera de eclipse de sol TOTAL em leão (21 de agosto), perguntas que nos rondam, memórias que nos balançam, noites que invadem os dias... onde você estava em 1.999? qual foi a área de sua vida que deu A VIRADA neste período? pois... foi há 18 anos atrás que tivemos o último eclipse total de … Continue lendo dance… o cosmos te celebra!

Seshat – a Deusa que tem uma folha de ganja na cabeça ou a Deusa que fazia a cabeça com ganja?

A Deusa Seshat é a típica representação da célebre e atualíssima frase "Miga sua Loca!!!"       apesar de seus mais de 5.000 anos! louca no bom sentido, claro, por ter uma mística INCRÍVEL, ser uma feminista de botar qualquer uma que veio depois dela no chinelo e olha que sua primeira representação data … Continue lendo Seshat – a Deusa que tem uma folha de ganja na cabeça ou a Deusa que fazia a cabeça com ganja?

A vida é a arte do encontro embora hajam tantas Anaïs Nin’s e Henry Miller’s nesta vida

Anaïs Nin, era filha de um cubano e uma francesa com ascendência dinamarquesa! CUBANO?!!! tá explicada sua intensidade o aroma de suas palavras as cores vibrantes de seus comportamentos a dança e seu dançar pela vida...   os que me conhecem sabem... amo... AMO Anaïs Nin! nosso encontro se deu casualmente... um livro esquecido em minha … Continue lendo A vida é a arte do encontro embora hajam tantas Anaïs Nin’s e Henry Miller’s nesta vida

“Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar.” Miguel Esteves Cardoso

sabe aquele texto que você gostaria de ter escrito? pois... Miguel Esteves Cardoso fez isso comigo, escreveu tudo o que eu queria ter escrito, e ainda poetizou rimou criou uma dança de palavras que só não se perdem e saem do salão, devido à formatação simples, sóbria e bela... belíssima   "Para esquecer é preciso … Continue lendo “Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar.” Miguel Esteves Cardoso

Daruma, Dharma e nossos Kharmas queridinhos

*este post é dedicado ao Rodrigo que me trouxe de presente do Japão um Daruma e me fez descobrir que, para os japoneses, Daruma é sinônimo de Dharma...   minha dúvida inicial foi se, no título, chamaria os Kharmas de queridinhos ou Kharmas amor a segunda opção me pareceu um pleonasmo, assim, fiquei com "queridinhos"... … Continue lendo Daruma, Dharma e nossos Kharmas queridinhos

…do que mais nos apavora

*para ler com música - Canción para el viento, la lluvia y Luchia - Perotá Chingó - en La Duna   entre nascer e morrer, muitos nascimentos e mortes presenciamos de entes queridos amigos conhecidos desconhecidos pets mas, acima de tudo... de nós mesmos nossas próprias mortes e re-nascimentos, dentre tantas sensações de que nem sempre … Continue lendo …do que mais nos apavora

Que Blog é este?

Uma terapeuta em terapia escrevendo sobre suas conquistas, estudos, crenças, salamaleques e paranauês. Ciência, Arte, Filosofia e Cura Ferramentas e técnicas complementares de cura, se mesclam aos temas terapias energéticas, quânticas, florais e psicodelia, mitologia, espaços multidimensionais, religião e anarquismo.   "Escrevo sobre tudo o que gostaria de ler"...   *Imagem destacada - Iemanjá